14/08/2018

Grandes nomes da ciência no júri

Para reconhecer as iniciativas de destaque na pesquisa e na saúde brasileira, o Prêmio Abril & Dasa de Inovação Médica conta a colaboração e o olhar de professores e profissionais renomados

O time de jurados da premiação conta com nomes de peso, como o urologista Miguel Srougi, professor titular da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Em seus mais de 40 anos de carreira, é um dos médicos com o maior número de operações de câncer de próstata no mundo. Srougi é conhecido por sua dedicação em captar recursos para financiar obras públicas – caso das alas cirúrgicas no Serviço de Urologia do Hospital das Clínicas de São Paulo.

 

Outra guerreira tanto no campo científico quanto no social, a pediatra Silvia Brandalise criou o Centro Infantil Boldrini, em Campinas (SP). Maior hospital especializado em câncer pediátrico da América Latina, a instituição atende milhares pacientes por ano pelo Sistema Único de Saúde e virou referência no tratamento de leucemia infantil.

 

Para analisar os trabalhos concorrentes na área de prevenção, contamos com a expertise de Luisa Lina Villa, coordenadora o Instituto do HPV e chefe do Laboratório de Chefe do Laboratório de Inovação em Câncer do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (Icesp). Responsável por conduzir um dos primeiros estudos internacionais que comprovaram a eficácia e segurança da vacina contra doenças causadas pelo papiloma vírus humanos, ela defende a imunização como forma de derrubar os alarmantes números de câncer de colo de útero no país.

 

Pesquisador da Unidade de Terapia Celular do Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto (SP), o endocrinologista Carlos Eduardo Barra Couri lidera pesquisas de um tratamento pioneiro para conter uma doença que figura no ranking daquelas com maior taxa de mortalidade no Brasil, o diabetes. Seus estudos relacionados com transplante de células-tronco têm caminhado rumo à cura da doença. Engajado na conscientização e no uso da tecnologia para reduzir riscos e complicações associados ao estilo de vida, ele também está no júri de Prevenção.

 

No campo da genética, a premiação conta com a visão de Mayana Zatz, geneticista premiada internacionalmente. Professora da USP, ela integra o time do Projeto Genoma, que concluiu o mapeamento dos genes humanos e cujos resultados beneficiam diversos setores da saúde.

 

Num cenário em que crescem os males causados por poluição e outros fatores urbanos, assim como assustam doenças infecciosas como dengue e zika, provocadas por picadas de mosquitos, o Prêmio Abril & Dasa de Inovação Médica não poderia deixar de compor seu júri de olho na evolução da medicina diagnóstica. Nessa categoria, estão presentes, entre outros, o patologista Paulo Saldiva, diretor do Instituto de Estudos Avançados da USP, e Alberto Chebabo, infectologista do Serviço de Doenças Infecciosas e Parasitárias do Hospital Clementino Fraga Filho da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

 

E os nomes de grande relevância na ciência e na saúde pública brasileira não param por aí. Confira todos os jurados aqui neste link.